O método Flora de dosagem segue um regime de nutrientes separados, e sem excessos, podendo ou não utilizar CO2 (com a utilização do Flora Carbo), em que são dosados nutrientes em quantidades adequadas, sem excessos, evitando frequentes TPAs, e evitando a acumulação de sais que as plantas não utilizam, ou utilizam em quantidade muito baixa.

Os produtos da série Flora contém os macronutrientes e micronutrientes necessários a uma perfeita manutenção de um aquário plantado.
Devido aos nutrientes estarem separados, é muito mais fácil para o aquarista ajustar a dosagem de um ou outro nutriente, que possa estar em excesso, ou em falta.
Um exemplo é quem usa água de poço, que às vezes pode vir com nitratos e/ou fosfatos dissolvidos. Com outros produtos, você vai acabar tendo um excesso de algum nutriente, ou vai acabar faltando um, pelo consumo excessivo do nutriente em abundância.

Esse é um método fácil de dosar, e que não causa maiores problemas se for esquecido de dosar por um ou outro dia (varia conforme a intensidade da luz).
Esse é o método mais recomendado aos que já usam produtos comerciais, pois os produtos comumente usados para dosar ferro quelado, nitrogênio, fósforo, potássio, carbono líquido e micronutrientes, podem ser substituídos pelos produtos da série Flora, como Flora N, K, P, Fe, Carbo e Micro, sem necessidade de recalcular a dosagem.

Dosagem:
Flora Carbo: Dose inicial: 6,6 ml para cada 50l. Manutenção: 1,3 ml para cada 50l por dia
Flora N: 0,8 ml cada 50l, 2x por semana
Flora P: 0,8 ml cada 50l, 2x por semana
Flora K: 2,2 ml cada 50l, 2x por semana
Flora Micro: 3,0 ml cada 50l, 2x por semana
Flora Fe: 1,3 ml a cada 50l, por dia

A dosagem pode ser aumentada ou diminuída de acordo com a quantidade plantas no aquário, pela quantidade de luz do aquário, ou conforme observações práticas, como sintomas de excesso ou deficiência.

Flora
HOME > MÉTODOS > RC FLORA